Biografia – América do Sul (1942 – 1947)

Com a 2ª Guerra Mundial e uma economia claudicante, legado da Guerra Civil, se torna irrisório receber na Espanha os rendimentos dos bens da família no Chile: a moeda espanhola está muito desvalorizada. Alejo, sua mãe e seu irmão resolvem partir para a América do Sul. Chegam primeiro em Buenos Aires, verdadeiro porto seguro de paz e abundância.

Juan Antonio Grau por Alejo

Juan Antonio Grau
por Alejo

Em Santiago do Chile permanecem por dois anos. Alejo se torna conhecido, começa a receber encomendas de retratos e, em novembro de 1943, expõe no Salão Nacional, no Palácio de Alambra.

Em 1944, de volta à Argentina, o jovem pintor é cada vez mais conhecido e os retratos se multiplicam. Ele convive com vários artistas e conhece sua futura esposa, Tilda Thamar, uma atriz do cinema argentino. É uma época de felicidade e otimismo.

As encomendas não param, Alejo se auto define como retratista. Em 1947, decide retornar para a Europa.

 

Copyright © 2003 - 2017 • Alejo Vidal-Quadras Fondation • Desenvolvimento: Fernando Ramos | Cláudia Marapodi - Design com Conteúdo
Copyright © 2003 - 2017
Alejo Vidal-Quadras Fondation
Desenvolvimento:
Fernando Ramos | Cláudia Marapodi - Design com Conteúdo